Colite
 
Descrição :

É a inflamação da mucosa do intestino grosso que dá origem a sintomas de diarréia, dor e distensão abdominal, flatulência e desidratação.
 
Causas :

Existem vários tipos de colite e suas causas são muito variadas: de doenças primárias, irritações do intestino por alterações da flora bacteriana e uso de antibióticos, até parasitas (ameba ou Entamoeba histolytica), bactérias (Campylobacter, Salmonella typhi, Shigella), vírus ou ulcerações.
 
Sintomas :

Cada tipo particular de colite apresenta características especiais que dependem da longitude e da espessura da parede intestinal comprometidas no quadro. Além dos Sintomas de diarréia, dor abdominal, flatulência e desidratação, pode-se apresentar febre alta e inflamação do peritônio, como no caso da colite ulcerosa; obstruções intestinais, formação de fístulas entre dois trechos do intestino ou de abscessos, como na doença de Crohn. A diarréia pode ser aquosa e sanguinolenta, como no caso da colite hemorrágica, que causa grande desidratação, anemia e fraqueza. Uma colite que acometa toda a espessura da parede pode dar origem a um íleo: a interrupção dos movimentos dessa parede e a paralisaçáo do trânsito intestinal.
 
Diagnóstico :

A análise da sintomatologia do paciente, uma análise de fezes, que inclua estudos parasitológicos e coprocultura (cultura de fezes), ajuda a estabelecer o diagnóstico. Naqueles casos nos quais existem suspeitas de uma doença inflamatória de base pode ser feita uma inspeção do cólon. Os raios X de abdômen, com enema de bário, também podem contribuir para o diagnóstico.
 
Tratamento :

Dependerá das causas que tenham provocado a colite. Para tratar as infecções, pode-se ministrar antibióticos ou antiparasitários, dependendo do caso. Em linhas gerais, indica-se ingerir suficiente quantidade de líquido para repor o que se tiver perdido e manter uma dieta branda.